Croácia

O país trem uma história antiga, tendo sido sua região ocupada pelo Império Romano, de onde destacava-se a província da Dalmácia e posteriormente quando se organizou sob o governo do seu primeiro rei, Tomislav, no ano de 925 e assim seguiu até o século XI. Localizada na região central da Europa, seu território foi ocupado e invadido por diversos povos vindos do Oriente, mas foi também província governada pelo Império Austro Húngaro entre os séculos XVII e XIX.

A Croácia é assim mesmo… um retrato vivo de cada povo ou civilização que por ali passou. Mas hoje é uma moderna nação emergente na Comunidade Europeia, com uma população de menos de 5 milhões de habitantes, sendo cerca de 80% deles católicos, e relativamente jovem para os padrões de países desenvolvidos europeus.

O a vida cotidiana na Croácia se desenvolve na paz de suas belíssimas paisagens naturais na região costeira ao mar Adriático da antiga Dalmácia e de Dubrovnick. Nada parece ter pressa para os simpáticos croatas, que amam aproveitar ao máximo seus momentos de lazer apreciando o agradável ambiente mediterrâneo de seus renomados cafés, bares e praças floridas em suas cidades antigas.

A Constituição Croata foi aprovada pelo Parlamento do país em 22 de dezembro de 1990, e foi admitida na ONU como nação independente em 15 de janeiro de 1992. Seu atual sistema de governo é misto entre o parlamentarismo unicameral (Sabor) e o presidencialismo. Desde 1 de julho de 2013, o país integra da União Europeia.

O território do país alcança 56,5 mil km2 de terra firme na Península Balcânica (envolvendo as fronteiras terrestres do território da Bósnia-Herzegóvina) e cerca de 31,9 mil km2 de mar circundante por 1.185 ilhas (das quais 47 delas são habitadas) cuja geografia é muito semelhante a das ilhas gregas.  O litoral croata no Mar Adriático tem a extensão de 5.835 km.

A região costeira da Croácia tem o nome de Dalmácia, a área de florestas nas montanhas é o Kvarner, a parte oeste do país recebe a denominação de Istria; Zagreb é a parte central do território croata, enquanto a Slavonia é a parte leste do país.

Os dois rios mais importantes da Croácia são Sava e Drava, que contorna o interior do país, e são afluentes do rio Danúbio.

A atual Croácia é um país moderno e democrático, e tem no turismo uma de suas atividades econômicas de maior desenvolvimento. Os conflitos do início da década de 1990, quando da queda do regime comunista na região, provocou no período de 1995 a 2000 a redução do crescimento da população croata no país.

Curiosidades da Croácia:

A Dalmácia é a região de origem do famoso cão da raça Dálmata, que os romanos durante a sua ocupação na Antiguidade e usavam como cão de guerra, e difundiram a raça em todo mundo, sendo atualmente apreciados como cães caseiros de companhia.

HISTÓRIA DA GRAVATA

Os soldados croatas do século XVII tinham o nome de KROATA-KRAVATA e, após a Guerra dos 30 anos (1618 a 1648) tinham o costume de amarrar no pescoço um pedaço de tecido colorido em forma especial (esse nó na echarpe era usado tradicionalmente pelas mulheres croatas e depois foi adotado pelos homens croatas) chegando à cidade de Paris com esta peça de vestuário, dando origem ao costume de uso de gravatas na indumentária europeia.

O costume do uso da gravata foi popularizado pelo próprio rei da França, que copiou o nó na echarpe de seus soldados franceses, que por sua vez o copiaram dos soldados croatas. Usada pelo rei, a gravata virou moda em Paris. A palavra KRAVATA originou a palavra GRAVATA em português ou CRAVATE em francês e CORBATA em espanhol. O adorno tornou-se um dos principais “souvenires” do país.

OUTROS INVENTORES IMPORTANTES

Entre os mais modernos cientistas e inventores croatas, Nicolau Tesla destacou-se no final do século XIX com suas pesquisas sobre energia elétrica ao lado do também não menos famoso pesquisador e empresário norte-americano, Thomas Edson, o inventor da lâmpada elétrica. O  engenheiro croata S. Penkala inventou, construiu e patenteou em 1906 a lapiseira mecânica e caneta tinteiro.

O famoso explorador europeu da Idade Média, Marco Pólo (1254 – 1324), nasceu numa ilha da atual Croácia – Ilha de Korcula, a maior das ilhas verdes do Mar Adriático, tendo sido também uma colônia grega. Na época de Marco Pólo, a ilha era território da República de Veneza, portanto considera-se o explorador da Rota da Seda como um veneziano e não como croata.

Sua capital nacional é a cidade de Zagreb (com população de 1 milhão de habitantes), e localiza-se no centro do pequeno país.

Código das placas dos automóveis: HR (Republika Hrvatska – o nome da Croácia em idioma servo-croata) 

Fuso horário: 5 horas a mais em relação a Hora de Brasília (e do Rio de Janeiro) no horário de verão local, adotado de março a outubro.

Prefixo telefônico:  385

Moeda local: A moeda oficial é a KUNA (KN) ou (HRK – símbolo internacional da moeda croata), que divide-se em 100 LIPAS. 

O Turismo croata

Importante atividade econômica do país (que responde por 15% do PIB nacional), o Turismo croata recebe anualmente 11 milhões de turistas (em 2009) dos quais 9,3 milhões são estrangeiros (a maioria de alemães). 

Geograficamente, Zagreb está no centro do país e é um eixo de vias de transporte na Europa do Leste, sendo uma região de bom padrão econômico – bem superior as demais cidades dos países do Leste Europeu. É uma encruzilhada entre a Europa Central e a Europa Mediterrâneo.

 

Autor: MAURO FRIEDRICH (Tour Coordinator)

RECEBA GRATUITAMENTE A NOSSA REVISTA MENSAL!

RECEBA GRATUITAMENTE A NOSSA REVISTA MENSAL!

Receba gratuitamente na sua casa a nossa edição impressa da revista Clube de Viagens com dicas, roteiros novidades e muito mais!

Pronto, agora é só ficar ligado na caixa de correio e aguardar a nossa revista chegar!

Pin It on Pinterest